segunda-feira, 12 de março de 2012

Latim: Oratio obliqua, 12 de Março.


Oratio Obliqua/Abridged Discourse, in Gildersleeve’s Latin Grammar, 2008, (1ª ed. 1895), pp. 412 e ss.

O Infinitivo histórico
647. O infinitivo do presente é às vezes utilizado pelos historiadores para reconstituir a rápida sequência de acontecimentos. Tem o sujeito no nominativo. Geralmente, há uma sequência de vários infinitivos.

Verres minitari Diodoro, vociferari palam, lacrimas interdum uix tenere.
C., Verr., iv, 18, 39.

Notas: ajuda para a concepção da tradução:
Coepit introduz os infinitivos.
Concepção do infinitivo como dativo de fim.
O mesmo o infinitivo introduzido por de…. É de morrer, é de aproveitar, é de fazer.

Oratio oblíqua.
648. Os pensamentos do narrador ou as palavras exactas de terceiros como estão a ser relatadas pelo narrador estão em discurso directo.
O discurso indirecto não relata de forma exacta as palavras faladas, mas a impressão geral produzida.

Oratio Recta é introduzida por INQUAM (eu cito).
Oratio Obliqua é introduzida por AIO (eu digo).

OR:
Tum Cotta: rumoribus mecum, inquit, pugnas, C., ND, iii, 5, 13, 484.
Aliquot somnia uera, inquit Ennius.


649. OO distingue-se da OR pelos tempos e modos e em parte também pelo uso dos pronomes.

OO aparece muitas vezes sem notícia formal. O verbo da oração principal tem de ser fornecido pelo contexto. Às vezes é uma partícula negativa.

Regulus sententiam ne diceret recusauit; (dizia que) quam diu iure iurando hostium teneretur, non esse se senatorem, C., Off., iii. 27, 100

Idem Regulus reddi captiuos negauit esse utile; (dizia que) illos enim adolescentes esse, se iam confectum senectute, ib.




Modos na OO
650: Na OO,
as orações principais (excepto interrogativas e imperativos) vão para o infinitivo.
As orações subordinadas, vão para o conjuntivo:

OR:
Apud Hypaniam fluium, inquit Aristoteles, bestiolae quaedam nascuntur, quae unum diem uiuunt.

OO:
Apud Hypaniam fluuim Aristoteles ait bestiolas quasdam nasci, quae unum diem uiuant.

OR:
Inquit/OO: ait, OR: quaedam nascuntur/OO: quasdam nasci,
OR: uiuunt/OO: uiuant.

Socrates dicere solebat:
OR: omnes in eo quod sciunt satis sunt eloquentes
OO: omnes in eo quod scirent satis esse eloquentes.
OR: sciunt/ OO: scirent.

Interrogativas:
OO:

Ariouistus respondit se prius in Galliam uenisse quam populum Romanum: quid sibi uellet cur in suas possessiones ueniret
OR:     quid tibi uis.

Perguntas retóricas são transferidas da OR para a OO: Infinitivo com acusativo, para primeira ou terceira pessoas. Para a segunda pessoa: conjuntivo.

OR: num possum?
OO num posse?

Quid est turpius?
Quid esse turpius

OO:
Quo se repulsos ab Romanis ituros?
OR:
Quo ibimus

OO:
Cui non apparere ab eo qui prior arma intulisset iniuriam ortam esse?
OR:
Cui non apparet?

OO:
Si bonum ducerent, quid pro nóxio damnassent?
OR:
Si bonum ducitis, quid pro nóxio damnastis?

Na segunda pessoa, uma interrogação esconde um imperativo.

OO:
Nec cessabant Sabini instare rogitantes quid tererent tempus, L, iii, 61, 13
OR:
Quid teritis?

OO:
Quis sibi persuaderet sine certa re Ambiorigem ad eiusmodi consilium descendisse?
OR:
Quis sibi persuadeat?

Quem sibi persuasurum?

652: Imperativo: conjuntivo. A negativa é: ne.

OO:
Redditur responsum: nondum tempus pugnae esse; castris se tenterent
OR:
Castris vos tenete

OO:
Vercingetorix cohoratuts est; ne perturbarentur incommodo
OR:
Nolite pertubari.

Ut depois de verbos de vontade e desejo.

Pythia respondit ut moneibus ligneis se munirent.

Verbos de vontade e desejo e dicendi: ut, AcI.

OO:
Buii orabant ut sibi auxilium ferret; ad auxilium spemque reliqui temporis satis futurum.

Modos

Infinitivo: presente, perfeito e futuro, para acções: contemporâneas, anteriores, ulteriores.

Imperfeito do indicativo para exprimir continuaçãoo de acção anterior torna-se é traduzido pelo infinitivo perfeito. Perde assim a nota de continuaçãoo.

Repórter:
Legationi Ariovistus respondit: sibi mirum videri quid in sua GAllia quam bello vicisset, Caesari negotii esset.

Falante:
Legatis Helvetiorum Caesar respondit: consuesse deos immortales, quo gravius homines ex commutatione rerum doleant, quos pro sclere eorum ulcisci uelint, his secundiores interdum res concedere, Caes., B. G., 1, 14, 5

Alternante:
Ad haec Marcius respondit; si quid ab senatu petere uellent, ab armis discedant.

Proinde aut cederent animo atque uirtute genti per eos dies totiens ab se uictae, aut intineris finem sperent campum interiacentem Tiberi ac moenibus Romanis.

Dic, hospes, Spartae nos te hic uidisse iacentis, dum sanctis patriae legibus obseuimur.

Sem comentários:

Enviar um comentário